Promoção

Receba grátis em versão E-book (PDF) um exemplar do livro "Gavetas abertas em cômodos distintos".

Como?

Envie um e-mail para o autor e solicite o seu exemplar ! 

Sinopse

Em Gavetas Abertas em Cômodos Distintos o autor percorre o caminho da memória e o da celebração. Revisita poemas, e descortina nestas páginas a seleção do seu fazer poético nas multifacetadas formas.

Prefácio

MOMENTO DE REencontrar

por Tânia Du Bois

 

“Acordei com uma imensa vontade de chorar. / Do tempo que juntos vivemos, /

Restam apenas memórias que insistem em retornar...”  

           

            Gavetas Abertas em Cômodos Distintos é o momento de reencontro de Benedito César Silva com a sua memória. Ele abre as gavetas para reviver a poesia e transformar nosso cotidiano. Em seu momento de reencontro expõe suas poesias com emoção, revelando as suas lembranças.

 

“Limpar as gavetas / É despir-se da roupa velha. / A sua foto com carinho protegido / guardada entre tantas outras coisas sem sentido...”

 

            Uma sensação nos acomete quando visitamos os cômodos do Autor e encontramos as poesias como possibilidade de ir e vir, de reencontrar o que é importante: a busca pela literatura. Por essa razão é mais fácil despertar e representar nossos reais desejos: reviver não é proibido e a imaginação não tem limites nas lembranças. É como voltar o olhar e encontrar as poesias que ativam os mecanismos de conquista, desfrutar a maravilhosa sensação de refletir a cor das palavras, que nos faz viver para que os sonhos em comum possam se tornar realidade, sem perder cada detalhe de significação existente do livro.

“Realizar sonhos / É colocar-se no mundo das possibilidades. /

É não esquecer aqueles que insistem em / Ficar pelos caminhos. /

É crer sobretudo, que há verdade. / É acreditar sempre na voz que diz, / Insistentemente: / Há esperanças reais...”

            Benedito escreve misturando cores e ideias, com potencial que nos inspira a amparar as mudanças, transformando os cômodos em lugares para serem compartilhados, porque nas (suas) gavetas abertas os poemas afloram sentimentos.

            O que me encanta nesse livro é o prazer em rever as suas lembranças ao retirar das gavetas os seus sonhos. Mais que isso, seus poemas se mostram a todos no intuito de colher o sonho presente nas palavras.

            É livro pensado em cada detalhe com esmero e qualidade, na certeza de que o leitor deixará se envolver, pois, a obra é desafiadora porque a memória é o cenário para sua arte.

“A chuva caindo / A alma lavada / o sorriso da criança /

O pão doce com groselha / os amigos da escola / Lembranças da infância...”

 

            Gavetas Abertas em Cômodos Distintos é cenário que proporciona ao leitor a acessibilidade para remexer nas gavetas do Autor e desvelar sua poesia, pois sabe como provocar o leitor e manter a sua concentração no livro.

“Não quero fazer de meus versos / Armas para a batalha. /

Mas, sobretudo, hei de fazê-los / como brinde à vida. /

Que em contrapartida, / Será lindamente colorida.”

Grátis

Rua Alípio Ferreira Goios, 182 - Camanducaia (MG), CEP 37650-000.

by Benedito Silva